Ciclo de vida da adoção da tecnologia e inovação

Hoje apresento uma breve abordagem a respeito do ciclo de vida na adoção da tecnologia e inovações. Como um dos objetivos deste blog é abordar inovação, vejamos como isso acontece segundo o modelo de Joe M. Bohlen, George M. Beal and Everett M. Rogers da Iowa State College (Este ciclo originalmente foi desenvolvido e testado com fazendeiros e tratava-se da adoção de padrões de sementes / milho). Após este modelo, surgiram outros, que são adaptações, porém, mantendo a base da teoria inicial.

De acordo com os autores (primeiro ciclo publicado e demais adaptações) o ciclo é dividido em 5 categorias / classes, conforme apresentadas a seguir (Vou utilizar os termos originais em inglês).

1) innovators: os primeiros indivíduos a adotarem a tecnologia. São pessoas que estão dispostas a correr riscos, na maioria jovens de classes socias privilegiadas, com conhecimentos / habilidades financeiras, acesso a recursos científicos e contato com outros inovadores.

2) early adopters: estes indivíduos são grandes formadores de opinião – comparando-os com as categorias a seguir -, além de terem características parecidas com a anterior (innovators) como a juventude, conhecimentos financeiros, ótimas condições sociais e financeira. Também possuem mais probabilidade e capacidade de ascender socialmente do que as categorias a seguir.

3) early majority: indivíduos um pouco mais conservadores, porém abertos a novas idéias. Normalmente demoram um tempo maior para adotar novas tecnologias comparando-os com os “early adopters”. Outras características são a ascenção social menor, conhecimentos / habilidades financeiros mais limitados e capacidade de formar opiniões também mais limitadas.

4) late majority: estes são indivíduos conservadores / céticos em relação as inovações e novas tecnologias e começam a utilizá-las após a maioria das outras pessoas já estarem em plena utilização das inovações. Geralmente pertencem a classes sociais menos privilegiadas, tem pouca habilidade financeira e quase nenhum poder de formação de opinião.

5) laggards: obviamente este são os últimos a aderirem as inovações tecnológicas. Geralmente são indivíduos com aversão a mudanças e inovações, com idade um pouco maior que os demais, além de pertencerem a classes sociais mais baixas e possuírem menor nível de educação e cultura.

     Tente fazer um exercício de autoconhecimento e analisar em qual categoria você mais se identifica. A partir desta percepção é possível saber, por exemplo, quanl é o melhor momento para que você – ou sua empresa – passe a adotar uma nova tecnologia. Lembre-se que estar nas primeiras categorias significa correr riscos – inclusive financeiro – e que você irá necessitar de profissionais bem qualificados para auxiliá-lo neste processo. Tente ficar atento também para não ficar totalmente para trás, com medo excessivo e imóvel em relação às novas tecnologias.

Boa sorte e
Um abraço!!!
Antonio Ricardo Gonçalves

Anúncios

Um pensamento sobre “Ciclo de vida da adoção da tecnologia e inovação

  1. Pingback: Cloud Computing: Vantagens e Desvantagens | AntonioRicardo.org

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s