Demorou, mas mudou: “Yelp muda para tornar mais clara a distinção entre publicidade e review”

Após muitas reclamações, algumas ameaças de processos e arranhar sua imagem (que até antes dessa onda era muito boa) o Yelp finalmente decidiu “reorganizar” a casa para deixar claro para quem utiliza o serviço, o que é publicidade e o que não é. Já havia ficado “chata” a situação, com cara de enganação!

PS. Por esta e por algumas outras ações erradas do Yelp, o Google desistiu da negociação anunciada no final do ano, alegando falta de transparência. Eu complemento a falta de transparência com o excesso de trapalhadas…

Veja a seguir matéria sobre o assunto publicada no site IDG Now! Brasil:

 Site que publica avaliações de usuários sobre produtos e serviços libera acesso a reviews filtrados e acaba com venda de Favorite Review.

O site de reviews Yelp anunciou na segunda-feira (5/4) uma reformulação na forma de apresentação das análises de seus usuários, como forma de tornar mais clara a distinção entre publicidade e reviews.

Conhecido nos EUA por publicar comentários de seus usuários sobre o comércio de suas cidades, o Yelp passará a liberar o acesso aos reviews filtrados pelo sistema, e descontinuará o recurso Favorite Review, que fazia parte do pacote de anúncios oferecidos às empresas.

No blog oficial do serviço, o CEO Jeremy Stoppelman disse que “confiança do usuário é a base” do serviço, que já conta com 31 milhões de usuários. Com as mudanças, o CEO acredita que ficará ainda mais claro que os reviews do Yelp são “completamente independentes de publicidade ou de qualquer tipo de manipulação”.

Em dezembro de 2009, uma negociação de compra do Yelp pelo Google não foi concretizada – a transação havia sido estimada em 500 milhões de dólares. Uma fonte afirmou que o negócio foi deixado de lado porque os negociadores do site não foram ‘transparentes’.

Um abraço!
Antonio Ricardo Gonçalves

Anúncios

Computerworld: LinkedIn para BlackBerry é lançado

Um ano e meio depois de rodar no iPhone, da Apple, aplicativo para acesso à rede social já está disponível para usuários dos smartphones da RIM.

Dezoito meses depois de já rodar no iPhone, o aplicativo para acesso ao Linkedin a partir de smartphones chega à plataforma Blackberry. Durante todo esse tempo, uma equipe da rede social para negócios vem trabalhando com a RIM  na integração do aplicativo com recursos especiais dos aparelhos Posto, Curve e Bold.

Tyler Lessard,  vice-presidente de Alianças Globais e Relações com os Desenvolvedores da RIM, garante que o aplicativo foi construído para tirar proveito dessa integração com os sistemas de e-mail do BlackBerry, calendário e gerenciador de contatos. O LinkedIn para BlackBerry também inclui pesquisa padrão, mensagens e atualizações de recursos de rede.

Gratuito, o aplicativo roda, com algumas limitações, em todos os dispositivos equipados com a versão 4.3 ou superior do BlackBerry OS, e de forma plema com aplicações nativas BlackBerry do BlackBerry OS 4.6 ou posterior.

Fonte: Computerworld Brasil

Um abraço!
Antonio Ricardo Gonçalves

IDG Now: Redes sociais nas empresas, por Patricia Peck

Recomendo a leitura do artigo “Redes sociais nas empresas” publicado pela Dra. Patricia Peck no IDG Now.

Como advogada, tem uma visão muito interessante do ponto de vista legal da presença das empresas em redes sociais.

Sobre a autora:
A Dra. Patricia Peck Pinheiro é advogada especialista em Direito Digital, sócia fundadora da Patricia Peck Pinheiro Advogados, autora do livro “Direito Digital” 3ª. Edição e coautora do áudio livro “Direito Digital no dia-a-dia Tudo o que você deve ouvir sobre Direito Digital”, ambos publicados pela Editora Saraiva.

Site oferece serviço para organizar conteúdo acessado da web

Passem pelo IDG NOW para ler a seguinte matéria: “Site oferece serviço para organizar conteúdo acessado da web”. Sem custos, o Pearltrees permite criar marcações em um sistema de interface simples, com recursos de compartilhamento e discussão.

É uma ferramenta gratuita muito interessante que está totalmente relacionada com nossos assuntos aqui abordados.

Quem tiver um tempo após ler a matéria, por favor, faça seus comentários neste POST.

Abraços,
Antonio Ricardo Gonçalves
Consultor Sr. de TI