Twitter lança recurso voltado para mercado corporativo

O Computerworld publicou uma matéria muito interessante sobre a utilização de redes sociais como estratégia corporativa, utilizando o recurso Contributor do Twitter. Como esperado, 2010 deve movimentar bastante os recursos das redes sociais direcionados para empresas. Na minha opinião estas são apenas as ações inicias, ou a ponta do iceberg, na corrida para transformar as redes sociais já existentes em ferramentas importantes para o mundo corporativo. Vale à pena acompanhar os próximos capítulos e ver quem será destaque no próximo ano. 

Para ler a matéria acesse o link abaixo:
http://computerworld.uol.com.br/negocios/2009/12/15/twitter-mira-no-mercado-corporativo-e-lanca-recurso/

Abraços!
Cultive o bom humor, sempre!

Antonio Ricardo Gonçalves

Redes sociais corporativas

     Uma importante ferramenta para aprimorar a gestão dos recursos humanos e, infelizmente, muito pouco utilizada no Brasil são as redes sociais corporativas que, como as demais redes sociais na Internet (Orkut, Live, Facebook), são excelentes para que os profissionais possam divulgar suas habilidades, conhecimentos e auxiliam na integração dos membros de uma corporação.

     É possível, através de soluções já prontas – como é o caso do SharePoint da Microsoft – manter uma rede social através de intranets / extranets / Internet onde os funcionários possam divulgar suas experiências profissionais, conhecimentos e as atividades que exercem atualmente na empresa. Esta prática é muito interessante para avaliar, por exemplo, qual a porcentagem de colaboradores que possuem nível superior, pós-graduação ou ainda aqueles profissionais que possuem algum tipo de certificação que seja importante para a empresa através de pesquisas e emissão de relatórios gerenciais.

     Outro fator relevante destas redes sociais corporativas é a facilidade dos próprios colaboradores se integrarem e criarem grupos, criando redes de relacionamento internas. Acredito que este recurso é fundamental na aproximação das pessoas, criando integração através de interesses profissionais, função exercida na empresa ou mesmo através de interesses pessoais como colaboração em entidades assistenciais, ONGs entre outras afinidades.

     Sempre costumo citar o exemplo de integração de áreas como comércio exterior e direito, pois, se imaginarmos uma empresa multinacional, onde vários profissionais estão relacionados em determinados processos de importação / exportação, e se considerarmos que devido às diferenças regionais de legislação, processos, logística etc., seja possível integrar estas pessoas através de uma rede social corporativa – para que elas troquem conhecimento – este processo será muito mais ágil e eficiente com esta troca constante de informações a respeito dos mercados regionais e suas particularidades operacionais ou legais.

     Existem outras inúmeras vantagens destas redes sociais corporativas que podemos abordar e discutir (acesse outros posts neste blog), mas a lição e a questão que quero deixar para pensarmos – principalmente aos recrutadores e caçadores de talentos – é que o talento que você procura no mercado de trabalho, nos sites de emprego e redes sociais pode estar muito mais próximo de você, só está faltando que a sua empresa forneça as ferramentas adequadas para que ele divulgue talento. Talvez este talento esteja até em outro estado ou país, mas faça parte do mesmo time de colaboradores que você!

 Um grande abraço e
Cultive o bom humor!

Antonio Ricardo Gonçalves

Solução para Colaboração

Para auxiliar no entendimento dos assuntos abordados neste BLOG, minha sugestão é acessar o site do SharePoint (em português), onde é possível entender como uma solução – de colaboração, portais, pesquisa corporativa (POST ANTERIOR), processos entre outros recursos – funciona na prática.

É possível entender as possibilidades e aprender com experiências de outras empresas que já adotaram a cultura e ferramenta de colaboração.

ACESSE e confira em http://office.microsoft.com/pt-br/sharepointserver/default.aspx 

Um grande abraço,
Antonio Ricardo Gonçalves
Consultor Sr. de TI