Redes sociais: As novas Cataratas do Niagara???

Bom… Com este título, você deve estar pensando que fiquei maluco. Talvez, por enquanto, esteja apenas a caminho, mas, vamos lá… 

                Pensei no título acima após refletir a respeito do exagero que existe por parte de muitos no sentido de utilizar as redes sociais apenas como instrumento de marketing, seja no âmbito dos negócios ou mesmo para trabalhar seu marketing pessoal. Acredito que este comportamento seja até natural, pois, desde os primórdios o homem tem feito muita coisa para aparecer, como descer as Cataratas do Niágara num barril para obter fama, submeter-se a reality shows que mais parecem um circo de horrores e mais recentemente tomando atitudes nas redes sociais que vem chamando a atenção como, famosos – ou desconhecidos – oferecendo “prêmios” para seus seguidores, ou ainda aqueles que passam o dia “twittando” e esquecem de produzir algum conteúdo interessante, apenas com o duvidoso objetivo de estar em evidência.

                 A idéia hoje é chamar atenção para o potencial que as redes sociais têm para agregar valor e conhecimento a todos nós, e temos ótimos exemplos como o LinkedIn, PatientsLikeMe, Banco de Saúde e outras muitas redes sociais segmentadas ou grupos de discussão, onde realmente é possível obter conteúdo de qualidade, com objetivos claros que não sejam a publicação de um monte de bobagens apenas para divulgar um produto / empresa ou pessoa “sem conteúdo”. Ressalto a importância da análise destas redes de maneira abrangente, visualizando o potencial para produzir algo satisfatório como uma base de conhecimento para sua empresa ou ainda para a manutenção da memória institucional desta.

                 Para finalizar a idéia, minha sugestão, para os que têm algum interesse no assunto, é esquecer os modismos – atualmente as redes sociais estão excessivamente relacionadas ao marketing – e pensar em meios de utilizar as redes sociais de forma produtiva, trazendo algum ganho intelectual, social ou institucional que vá além dessa moda “marqueteira”. Considero o marketing fundamental, porém devemos nos lembrar de utilizá-lo de maneira ética e inteligente. O mesmo pensamento aplica-se ao Twitter – o qual citei neste POST. Utilize-o com parcimônia e inteligência.

PS.: Uma pausa para descontração… Se você quiser conhecer um pouco mais a respeito das pessoas que desceram as cataras no barril (Se você assistiu ou assiste ao desenho animado do pica-pau já deve ter visto isto!) clique aqui ou procure pela história de Bobby Leach, um dos pioneiros da façanha (mais precisamente, o segundo maluco a fazer isto).

Exercite a Colaboração na Web!
Um grande abraço!
Antonio Ricardo Gonçalves

Conceito e utilização do Microsoft SharePoint

Estive acompanhando as estatísticas do blog – através do painel do WordPress – e percebi que existe uma procura grande a respeito de assuntos relacionados ao Microsoft SharePoint. Recomendo aos interessados no assunto que acessem a nova série de publicações que estou redigindo, acessando minhas publicações mais recentes.
Exemplo http://wp.me/pHEPe-72 ou diretamente na Página Principal do meu BLOG antonioricardo.org.

Grande Abraço,
Antonio Ricardo Gonçalves

Colaboração + Grupos de Trabalho + Projetos = Resultados

     Alguns dos maiores beneficiados com as Redes Sociais Corporativas são os responsáveis por projetos, sejam eles coordenadores, gerentes ou patrocinadores.

     A partir de sistemas web desenvolvidos para tal finalidade, tornou-se possível gerenciar projetos de maneira mais eficiente e eficaz, através de soluções que disponibilizam controle de tarefas, custos, prazos, recursos humanos entre outras dezenas de possibilidades. É possível acompanhar qualquer um dos envolvidos em projetos, independentemente de localização geográfica, função (seja o envolvido, um gestor de departamento ou um técnico de um prestador de serviços).

     Utilizando como exemplo prático o Project Server / EPM 2007 da Microsoft, a partir do momento que um colaborador passa a ser um membro de um projeto, ele irá obter acesso a uma área (grupo de trabalho) onde ele poderá compartilhar (fornecendo e recebendo) informações, controlar as suas atividades, participar de conferências / reuniões on-line entre outros recursos. Algo bem interessante é a possibilidade deste colaborador ter acesso a um conjunto de informações de outros projetos que estão ocorrendo e aqueles que já foram finalizados, pois, desta forma ele poderá reutilizar processos, documentos e também conhecimentos previamente utilizados.

Área de Trabalho do EPM 2007

A seguir segue o link para quem deseja conhecer um pouco mais a respeito do EMP 2007. Trata-se de uma demonstração da solução:
http://www.microsoft.com/project/en/us/demo-enterprise-project-management.aspx

Um Abraço,
Antonio Ricardo Gonçalves

Criando sua própria Rede Social (Corporativa)

     Com a evolução do conceito de redes sociais corporativas – principalmente nos dois últimos anos – vários produtos e serviços vem sendo oferecidos ao mercado com a relação custo x benefício mais atraente, principalmente ao mercado de pequenas e médias empresas.

     Um bom exemplo é a empresa Jive Software (http://www.jivesoftware.com/about), especializada em soluções em colaboração e redes sociais, que atende desde pequenas/médias empresas até grandes corporações, como a Nike, SAP, Intel entre outras. Seus produtos são projetados de forma que possam crescer de acordo a demanda e também integram-se com soluções de redes sociais internas e/ou externas, facilitando a implementação e o gerenciamento de suas soluções.

     Recomendo a visita ao site da empresa http://www.jivesoftware.com , pois, existem muitas informações interessantes a respeito do tema Redes Sociais Corporativas, o que pode auxiliar aos que procuram soluções deste tipo a esclarecerem suas dúvidas.

     Existem vários outros fornecedores deste tipo de solução. Escolhi este, pois, acredito ser um dos mais inovadores, com mais expressão no mercado no segundo semestre de 2009 e possuir clientes de peso no mercado corporativo mundial. Existem algumas análises a respeito da Jive (uma delas executada pelo Gartner) na página a seguir http://www.jivesoftware.com/news/analyst-coverage.

Um abraço,
Antonio Ricardo Gonçalves

Redes sociais corporativas

     Uma importante ferramenta para aprimorar a gestão dos recursos humanos e, infelizmente, muito pouco utilizada no Brasil são as redes sociais corporativas que, como as demais redes sociais na Internet (Orkut, Live, Facebook), são excelentes para que os profissionais possam divulgar suas habilidades, conhecimentos e auxiliam na integração dos membros de uma corporação.

     É possível, através de soluções já prontas – como é o caso do SharePoint da Microsoft – manter uma rede social através de intranets / extranets / Internet onde os funcionários possam divulgar suas experiências profissionais, conhecimentos e as atividades que exercem atualmente na empresa. Esta prática é muito interessante para avaliar, por exemplo, qual a porcentagem de colaboradores que possuem nível superior, pós-graduação ou ainda aqueles profissionais que possuem algum tipo de certificação que seja importante para a empresa através de pesquisas e emissão de relatórios gerenciais.

     Outro fator relevante destas redes sociais corporativas é a facilidade dos próprios colaboradores se integrarem e criarem grupos, criando redes de relacionamento internas. Acredito que este recurso é fundamental na aproximação das pessoas, criando integração através de interesses profissionais, função exercida na empresa ou mesmo através de interesses pessoais como colaboração em entidades assistenciais, ONGs entre outras afinidades.

     Sempre costumo citar o exemplo de integração de áreas como comércio exterior e direito, pois, se imaginarmos uma empresa multinacional, onde vários profissionais estão relacionados em determinados processos de importação / exportação, e se considerarmos que devido às diferenças regionais de legislação, processos, logística etc., seja possível integrar estas pessoas através de uma rede social corporativa – para que elas troquem conhecimento – este processo será muito mais ágil e eficiente com esta troca constante de informações a respeito dos mercados regionais e suas particularidades operacionais ou legais.

     Existem outras inúmeras vantagens destas redes sociais corporativas que podemos abordar e discutir (acesse outros posts neste blog), mas a lição e a questão que quero deixar para pensarmos – principalmente aos recrutadores e caçadores de talentos – é que o talento que você procura no mercado de trabalho, nos sites de emprego e redes sociais pode estar muito mais próximo de você, só está faltando que a sua empresa forneça as ferramentas adequadas para que ele divulgue talento. Talvez este talento esteja até em outro estado ou país, mas faça parte do mesmo time de colaboradores que você!

 Um grande abraço e
Cultive o bom humor!

Antonio Ricardo Gonçalves

Solução para Colaboração

Para auxiliar no entendimento dos assuntos abordados neste BLOG, minha sugestão é acessar o site do SharePoint (em português), onde é possível entender como uma solução – de colaboração, portais, pesquisa corporativa (POST ANTERIOR), processos entre outros recursos – funciona na prática.

É possível entender as possibilidades e aprender com experiências de outras empresas que já adotaram a cultura e ferramenta de colaboração.

ACESSE e confira em http://office.microsoft.com/pt-br/sharepointserver/default.aspx 

Um grande abraço,
Antonio Ricardo Gonçalves
Consultor Sr. de TI