[Cloud Computing] O que é “Conteinerização”/”Containerization” (utilizando Docker)?

A “Conteinerização” é uma alternativa leve – e muito mais leve – para a Virtualização Completa (utilizando uma VM – Virtual Machine) que envolve a ação de encapsular um aplicativo em um recipiente com o seu próprio ambiente operacional. Esta alternativa fornece muitos dos benefícios de carregar um aplicativo em uma máquina virtual, como executar o aplicativo em qualquer máquina física adequada, sem quaisquer preocupações com dependências.

A Conteinerização ganhou bastante destaque com a solução open-source Docker. Os contêineres Docker são projetados para funcionar em qualquer tipo de dispositivo/plataforma (em tudo), de computadores físicos à máquinas virtuais, bare-metal, OpenStack cloud clusters, instâncias públicas e muito mais.

Talvez, para quem não tenha conhecimento técnico em Virtualização ou em Computação em Nuvem, a explicação acima fique um pouco complicada ou distante de algo que possa fazer sentido, então, para simplificar um pouco – se é que isto é possível – podemos definir a “Conteinerização” como uma forma padronizada (um modelo) para a entrega de uma determinada aplicação dentro de uma estrutura virtual (Conteiner) que se assemelha a uma VM (Virtual Machine), e que consome menos recursos e possui estrutura para portabilidade mais simples entre diferentes ambientes físicos/virtuais. Podemos considerar de forma mais genérica – ou grosseira – que um Contêiner seria uma versão enxuta de uma VM Padrão (que necessita de um hypervisor para ser executada).

Abaixo, está disponível um vídeo contendo uma Introdução ao Docker, apresentado pelo fundador Solomon Hykes, publicado no Youtube pelo Twitter University. Divirta-se! 😀

Quer adicionar alguma informação a este conteúdo? Envie estas informações, sugestões e comentários através das Redes Sociais ou através de um comentário nesta publicação.

Um Abraço!

Antonio Ricardo Gonçalves